Romantismo

By Marcella Borges - 08:30

"Quem tivesse um amor, nesta noite de lua,
para pensar um belo pensamento
e pousa-lo no vento!

Quem tivesse um amor - longe, certo e impossível -
para se ver chorando, e gostar de chorar,
e adormecer de lágrimas e luar!

Quem tivesse um amor, e, entre o mar e as estrelas,
partisse por nuvens, dormente e acordado,
levitando apenas, pelo amor levado...

Quem tivesse um amor, sem dúvida nem mácula,
sem antes nem depois: verdade e alegoria...
Ah! quem tivesse... (Mas, quem teve? Quem teria?)"


Cecília Meireles




Poesia retirar do Livro Poesias completas Cecília Meireles, volume II

Imagens retirada de http://escolaeducacao.com.br/wp-content/uploads/2015/09/cecilia-meireles.jpg


Para ver mais poesias aqui no blog, Clique aqui


Marcella Borges 😘

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários